terça-feira, 22 de junho de 2010

72° Batalhão de Infantaria Motorizado (72° BIMtz), Batalhão "General Victorino Carneiro Monteiro


O 72° Batalhão de Infantaria Motorizado (72° BIMtz), Batalhão "General Victorino Carneiro Monteiro", tem sua sede na cidade de Petrolina, interior de Pernambuco. Foi criado por transformação da 2ª Companhia de Fuzileiros do 35° Batalhão de Infantaria, de Feira de Santana (BA), e iniciou oficialmente suas atividades em 1975.

Integrante da 10ª Brigada de Infantaria Motorizada, possui uma área de responsabilidade que abrange, além dos municípios de Petrolina (PE) e Juazeiro (BA), mais de 38 municípios circunvizinhos, sendo 36 no sertão pernambucano e 02 no sertão baiano.


O sertanejo é antes de tudo um forte. Essa idéia de resistência do homem em face das agruras do semi-árido sertão brasileiro levou à designação, em 1982, do 72° BIMtz como responsável pela condução das pesquisas, dos estudos e dos exercícios operacionais em área de caatinga, para aquisição de conhecimentos e desenvolver a doutrina de emprego da tropa em operações nesse peculiar e árido ambiente operacional.


Sendo assim o 72° BIMtz é o responsável pela formação do combatente de caatinga. A instrução do combatente na caatinga é totalmente desenvolvida em uma das regiões mais inóspitas do mundo. A vegetação agressiva e espinhosa: o causticaste; o relevo modesto e ondulado; solos erodidos e muitas vezes pedregosos; a paisagem uniforme com aglomerados humanos esparsos e uma grande escassez de água. Tudo exige do homem um treinamento especial para suplantar tais dificuldades.


O uniforme do combatente da caatinga é diferente com aplicações em couro de cor amarronzada, lembrando os trajes dos vaqueiros da região, confunde o homem com o meio ambiente. A cobertura é dotada de abas, protegendo o rosto e a nuca contra o sol. Tanto a calça quanto a camisa apresentam reforços de couro no peito, nos braços e nas pernas, para melhor suportar a agressão da vegetação e do solo.

O Batalhão "General Victorino Carneiro Monteiro" é a presença marcante e positiva do Exército Brasileiro na região, identificando-se com a garra e a força combativa da gente do Nordeste Brasileiro.

O 72º Batalhão de Infantaria Motorizado, no período compreendido entre 30 de setembro de 1995 a 07 de abril de 1996, esteve em missão de paz em Angola, com base no Acordo de Paz, Protocolo de Luzaka e resoluções do Conselho de Segurança das Nações Unidas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário